7ª Paragem: S. Silvestre da Golegã

S. Silvestre da Golegã

Distância: 10.01kms
Tempo: 00:35:11
Classificação Geral: 12º Classificado
Classificação Escalão: 8º SenM

Sabia de antemão que esta prova não era a minha "praia" e sabia também que o tempo de recuperação desde a Ericeira (7 dias) não deveria ser suficiente para recuperar totalmente para uma prova de 10kms em estrada. Ainda assim, para minimizar as perdas, fiz um treino curto logo no domingo para relaxar as pernas, senti-me incrivelmente bem e na segunda já consegui fazer 1h a rondar os 5min/km. As mossas não pareciam ser tão grandes como esperava e o objetivo de melhorar o tempo do ano anterior voltava a pairar na minha cabeça.

Tentei fazer uma semana com alguma quilometragem mas sem exageros... Na sexta fui fazer o derradeiro teste à máquina e parecia que o corpo estava pronto, ligeiramente cansado (faltavam 36h para a prova) mas pronto para a carga. Até ao tiro de partida foi descanso quase total, dormir bem, comer bem e no sábado a meio da tarde siga para a Golegã. Juntámos um grupo enorme de caracóis (26 iniciaram e terminaram a prova), e antes da partida ainda deu para trocar umas conversas! Meia hora antes da prova e os nervos estavam a começar a apoderar-se de mim... Não é que a prova fosse muito importante, mas esta coisa de decidir uma prova em menos de 40min não é de todo para mim! Ainda assim estava ali para fazer o meu melhor e fui fazer uma coisa que raramente faço numa prova de trail, aquecer. Neste tipo de provas uma corrida antes faz a diferença entre um bom tempo e um mau tempo e um risco de lesão pequeno ou enorme! Aqueci e aqueci bem, 10min antes da prova, o corpo estava a avisar que estava pronto, agora só tinham que dar o sinal de partida. 


Grupo de caracóis prontos para os 10kms

Chamam toda a gente para a linha de partida, fico junto à fila da frente, sei que o ritmo inicial vai ser muito alto, mas como disse antes da prova ao Marco Lopes: "Hoje é deixar o corpo ir à vontade dele, quando não der mais, rebento". Sinal de partida dado, o ritmo não é alto, é altíssimo! Forma-se logo um grupo na frente, um grupo com cerca de 20 elementos que vai perdendo elementos ao longo do 1ºkm. Olho para o relógio: 3:14 com 1km de prova, está na altura de começar a meter o meu passo, posso abusar mas não posso abusar tanto! Junto comigo fica um grupo de 5 elementos que não perdendo muito espaço para o grupo da frente, não consegue fazer a recolagem... Olho novamente para o relógio e 6:35 com 2kms de prova, o ritmo continuava demasiado elevado e começo a ficar na corda do grupo onde me mantenho até cerca dos 3kms. 


Grupo de 5 que estava a descolar do grupo da frente

Pouco depois, deixo a corda e fico mesmo sozinho mantendo um ritmo alto até aos 4kms! Até aqui o corpo ia a responder bem, consegui sempre ir forte, sem grandes quebras, mas a partir do quarto quilómetro o rendimento já não foi o mesmo... O facto de ir sozinho, de não estar habituado a estas provas, de já levar 4kms abaixo de 3:30min/km fez com que do 4º até ao 7º km o ritmo baixasse bastante, só melhorando pontualmente quando olhava para o relógio e via que estava a ficar demasiado lento. A motivação continuava no duo da frente, tentava perder o mínimo possível para eles e estava a conseguir... Esta fase é mesmo a pior da prova, porque no 4º km ainda nem a meio chegámos, depois no 5º só vamos a meio e estamos de rastos e por fim, no 6º km, é aquela sensação de já ter passado o meio, mas ainda tinha passado tão pouco desse meio. Finalmente, os 7kms, já só faltam 3 e os 3 primeiros tinham sido tão rápidos... Tinha que acelerar, o ritmo estava bom, mas precisava de melhorar mais, aumentei o ritmo e aos poucos aproximei-me do atleta que tinha à frente... Foi assim durante dois kms, o ritmo ainda não ia como eu queria mas já me estava a sentir melhor! 

Mesmo antes de chegar aos 9kms alcanço o atleta que seguia no 12º lugar, passo e meto um ritmo forte, bem mais forte que o anterior, só faltam 3 minutos e poucos segundos para chegar, tinha mesmo que dar tudo por tudo! O ritmo subiu, subiu e dei por mim a um ritmo quase tão forte como o inicial... Não podia quebrar, quem vinha atrás não descolava por nada... Nos últimos 100mts ganhei 10mts de avanço e percebi que tinha conseguido, tempo de olhar para o relógio porque até aí não tinha tido sequer forças para olhar para ele: 35min e a meta mesmo ali à frente! 35:11 foi o tempo à chegada. Para o ano há mais, e os 35' não deixam de ser um objetivo.


Chegada da S. Silvestre da Golegã 2015

Passo a linha de chegada e em menos de nada começam a chover caracóis... Não tenho cabeça para fazer contas mas quando chego perto de um caracol que por se encontrar no estaleiro nos tinha ido apoiar e que tinha feito as contas de cabeça, era possível que tivéssemos conseguido obter um lugar no pódio por equipas! Aguardamos pelas classificações e quando fomos verificar, um terceiro lugar por equipas! Muito bom mesmo para uma equipa de trail que foi dar uma perninha ao "asfalto", muitos parabéns a todos! 


Pódio Coletivo
Após a prova, um belo convívio organizado pela organização onde não faltou comida e bebida para recuperar do esforço despendido na prova... Muitos parabéns à organização pela forma como organizou este evento com o posterior convívio! Tudo foi tratado de forma célere e eficiente, disponibilizando banhos quentes após a prova e com um abastecimento final que estava suficiente para a prova em questão. 

O ano de 2015 está assim fechado no que a provas diz respeito e nos próximos dias é tempo de registar tudo e fazer algum balanço estatístico do que se foi passando ao longo dos últimos 365 dias para postar aqui no blogue... Até lá, boas corridas!

Comentários

  1. Caraças, 35 é uma brutalidade, e muito baixo. Uma prova que refuta aquela teoria que o pessoal bom nos trilhos não sabe correr depressa em estrada! És um dos que desmistifica isso, e já são alguns a fazê-lo. Aproveito para te desejar um bom 2016, que seja o ano da tua explosão, vou ficar a torcer por ti!

    ResponderEliminar
  2. Este ano as S. Silvestre foram muito marcadas por pessoal do trail a baixar dos 35min... Fiquei a 11 seg, mas foi como disse, para o ano há mais :)
    Um bom ano, obrigado pelo acompanhamento e pela força. Grande abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares