13ª Paragem de 2016: Primeiro Pódio na Estrada

II Corrida da Nazaré


Distância: 10.00kms

Tempo: 00:34:51
Classificação Geral: 3° Classificado
Classificação Escalão: 2° Classificado SenM

A Nazaré é como a minha segunda casa... Desde pequeno que passei lá muitos dias das minhas férias, foi lá que apanhei as melhores ondas, foi lá que apanhei grandes escaldões, fiz bons amigos e acima de tudo diverti-me sempre à grande! Mesmo quando deixei de passar lá férias, continuei a ir lá nem que fosse passar só um dia, ver a praia norte, dar uma volta no sítio da Nazaré e comer um valente gelado na nova gelataria da terra!
Quando surgiu a oportunidade de ir correr à Nazaré, para fazer um treino rápido, disse logo que sim... Já não fazia 10kms a sério desde a S. Silvestre da Golegã (fui a Constância só para "esticar as pernas") e queria ver qual era o meu valor nesta distância! Não ia abdicar da minha semana de treino para trabalhar para tempos mas como é uma prova tão rápida, ia tentar dar o meu máximo e com sorte conseguia baixar dos 35' pela primeira vez na minha vida...


A semana que antecedeu a prova não foi propriamente perfeita. O treino de séries de quarta não foi feito, por impossibilidade profissional; Passou para quinta! A noite de quinta resumiu-se a muito poucas horas de sono; O treino de rampas na sexta passou para um treino desnivelado que ainda assim saiu bem forte! O que ainda ia correndo bem era a alimentação, fui sempre repondo bem a energia e quando cheguei ao dia da prova estava com o corpo quase recarregado!

Compensei a noite mal dormida com 13h na cama no sábado, essas horas permitiram uma melhor recuperação do corpo após os dois treinos específicos e a nível de alimentação/descanso o dia da prova foi praticamente perfeito!

Assim, quando às 18h fui para o carro mudar de roupa, sentia o corpo pronto para a carga que ia levar e o nervosismo que a estrada me deixa estava a começar a tomar conta do meu corpo... A análise do percurso indicava uma subida entre o 3°km (integral) e o 4°km (metade deste). O vento que se sentia antes da prova também indicava que ia complicar os tempos, mas desde o último treino de domingo na serra que me andava a sentir muito bem e não estava à espera que o vento me dificultasse a vida!

A meia hora da partida fui com o Tio Boniek, com o meu pai e com o meu mano mais velho aquecer para a prova... Pouco mais de dez minutos e estava pronto, hora da foto de equipa antes da prova e siga para a linha de partida, aguardar dez longos minutos até que às 19h em ponto, a buzina soava e os cerca de 350 atletas presentes iniciavam o percurso!

Equipa pronta para o início da prova
Como era de esperar numa saída de prova de estrada, a partida foi rapidíssima, saí num ritmo a rondar os 3min/km e mesmo assim o atleta que ia na frente já me tinha ganho mais de 50 metros. Na perseguição a esse atleta surgiam outros dois que sabia que rolavam bem e comigo ia um velho conhecido, o Luís Cancela que na S. Silvestre da Golegã tinha feito tempo abaixo de 35', tal como era o meu objetivo. Sabia que ali estava uma boa "boleia" e juntos íamos fazendo a perseguição ao trio da frente. O primeiro quilómetro era totalmente a favor do vento... 3'03''min/km, o ritmo está rápido mas os inícios são sempre assim! A meio do segundo quilómetro surge pela primeira vez o vento... Das duas uma, ou o vento estava mais fraco ou eu estava cheio de força; Fiz este quilometro mais lento, sabia que tinha que gerir mas mesmo assim baixei dos 3'30''. O terceiro quilómetro era totalmente a subir e aqui estava a sentir-me forte, consegui manter um ritmo muito alto para os quase 40mts de desnível, 3'40'' era um ritmo que não defraudava em nada o objetivo dos 35' que tinha pensado! Como me estava a sentir bem passei para a frente do duo de perseguição durante a subida, lugar que ocupei até ao final da prova! Foi também durante este quilómetro que conseguimos ultrapassar o atleta que saiu na primeira posicão, a partir desse momento, eu e o Cancela estávamos no 3° e 4° lugar. Após a subida, já durante o quarto quilómetro estava na altura de recuperar o tempo perdido na subida, abri a passada para aproveitar a descida e voltei a fazer um ritmo muito forte (3'15''). A partir daqui a prova era toda plana e queria meter um ritmo a rondar os 3'30'' para garantir o objetivo.

Final da descida, no 4º quilómetro
Do 5° ao 8° km a prova teve pouca história... Fizemos a marginal, seguimos em direção ao Porto, demos uma volta no interior e voltamos no sentido inverso em direção à Marginal. 3'24" (a passagem pela meta dá sempre outro ânimo e acabamos sempre por acelerar); 3'30"; 3'33"; 3'33". Entrei nos últimos dois quilómetros com média de 3'26" e o objetivo estava cada vez mais próximo. 

Passagem ao quilómetro 4.5, perto da zona de chegada


Quando o ritmo ia forte, a cerca de quilómetro e meio da meta, fazemos a viragem na rotunda e apanhamos o vento mesmo de frente! Nesta altura já não sei se o vento estava mais forte ou se era eu que tinha menos força, acho que era um bocado dos dois... À medida que me ia aproximando da meta parecia que o vento não me queria deixar avançar, mas o buraco que tínhamos para o segundo começou a diminuir bastante! Quando olho para o relógio vejo a média a começar a aproximar-se dos 3'30", apesar de me estar a aproximar o vento estava a atrasar-me, tinha que ser ainda mais forte... Nos últimos metros olhei para o relógio e começei a fazer contagem decrescente para os 35'. Parecia que ia dar mas não podia abrandar... Passei de um "vamos, já falta pouco", para um "estás quase a conseguir, não abrandes"! Passo a meta, paro o relógio, agradeço o apoio ao Cancela assim como a oportunidade, olho para o relógio: 34'51"! Estava feito, e muito bem feito! Apesar das adversidades o corpo respondeu sempre lindamente e consegui cumprir um objetivo que tinha à 6 meses num percurso que não estava muito favorável para tempos... Agora é continuar a preparação, aproveitar o corpo que está a voltar a andar bem e daqui a uns tempos voltar a tentar bater o meu record pessoal!

Final da prova, aqui já com vento contra

Consegui assim o meu primeiro pódio na geral da estrada (a organização não entregou prémios para a geral), que acumulou com um 2° lugar no escalão de SenM.

Pódio de SenM
Dar os parabéns à organização, o percurso é muito bonito, a hora é a ideal para a prova garantindo uma vista espetacular para os atletas: o pôr do sol da Nazaré, algo que toda a gente devia ter oportunidade de ver! Três abastecimentos para a prova são mais do que suficientes e no final havia muita comida para todos os atletas! Obrigado à organização! Gostava só de deixar um apontamento, numa prova com tantos pódios, uma taça para os três primeiros da geral masculina e feminina não ficava nada mal, mas como disse, é só um apontamento para uma organização que para mim esteve a um grande nível, mais uma vez, obrigado!

Comentários

Mensagens populares