O Trail Running: O que conquistas, está muito longe de ser obra do acaso!


Nos últimos tempos tenho ouvido com bastante frequência "só te vejo a correr" ou "agora a tua vida é só corrida" e em cada uma das vezes que oiço esta expressão, quero dar uma resposta à altura, uma resposta que os faça perceber o porquê de ser assim, mas acabo sempre por dar uma resposta curta como "faz parte" ou "tem que ser assim"... Não é que esta seja a resposta mais correta, é só que quem nunca teve a experiência de praticar Trail Running, jamais irá compreender o porquê de nos dedicarmos a 100% a esta modalidade! Como não é possível explicar numa simples conversa, aqui vão as minhas justificações:


É muito fácil fazer uma inscrição numa prova, basta entrar num site, fazer a inscrição e pagar! Difícil é o que está por detrás dessa inscrição... São as horas de treino despendidas do tempo pessoal! São as horas em que tivemos que pedir à família mais um esforço, em que tivemos que dizer mais uma vez aos amigos que naquele dia não podíamos jogar futebol, em que tivemos que nos obrigar a descansar porque o treino do fim do dia ia ser demasiado exigente para agora ir dar um passeio ao shopping!

É muito fácil completar um plano de treino! Difícil é quando estamos sentados na cama a olhar para a rua, quando começamos a imaginar o esforço que temos que fazer, quando falamos entre nós e percebemos que o treino vai doer, e muito, quando pensamos que era muito melhor adiar o treino por mil e um motivos e mesmo assim damos o primeiro passo! 

É muito fácil viajar para todos os belos locais onde decorrem provas de trail! Difícil é arranjar dinheiro para comprar todo o material necessário, equipamento e alimentação, para planear uma época de provas do norte a sul sem derrapar o orçamento familiar!

É muito fácil completar uma prova, aliás, grande parte das vezes é aí que tiramos o maior divertimento do Trail... Difícil são as horas em que passamos a fazer séries, rampas e treinos longos ao fim de semana, quando "ninguém está a ver"! As vezes em que nos apetece desistir porque já não temos mais forças mas no plano de treino está mais uma série! As vezes em que vemos o colega de treino começar a fugir numa subida e não o queremos deixar fugir, damos tudo como se de uma prova se tratasse! As vezes em que olhamos para o fundo da rampa e pensamos "oh não, outra vez não"! 

É muito fácil reagir às adversidades como o mau tempo, o sono ou a fome! Difícil é treinar sob quaisquer condições climatéricas, treinar em todas as 24h que um dia pode ter ou privar-nos de certas coisas como jantares de amigos simplesmente porque o que vão lá comer e beber pode estragar todo o planeamento para a prova do próximo fim de semana! É a gestão pessoal de toda a alimentação para quando chegarmos ao dia da prova termos todas as nossas reservas de energia completas, termos a cabeça completamente focada no evento e nem o mau tempo nos pode parar!

É muito fácil encontrarmos o nosso limite... Quanto menos treinamos, mais perto está o limite! Mas é quando o treino está mais intenso que percebemos que o nosso limite é praticamente inatingível! Quanto mais treinares, mais longe está o limite e apenas podes chegar a um estádio intermédio que é o limite temporário... Mesmo assim, só lhe consegues chegar quando consegues meter intensidade máxima ao longo de uma prova e as tuas energias acabam 1 metro depois da linha de chegada! Se o conseguiste fazer, parabéns, chegaste lá, agora trabalha para na próxima prova isso te acontecer mas a fazer menos 5' porque o teu limite está ainda muito longe!

É muito fácil partilhar nas redes sociais aquilo que vamos conquistando! Difícil é fazer passar a mensagem que o que está a acontecer, não tem relação rigorosamente nenhuma com o acaso... É parte de um método de treino rigorosamente planeado para que essas coisas aconteçam! É parte de uma plano a muito longo prazo onde definimos metas que gostaríamos de atingir! É saber lidar com as adversidades das lesões, dos contra tempos profissionais e dos problemas familiares que vão surgindo e ainda assim dar o nosso melhor para cumprir com os sonhos/objetivos! 

Como já disse antes, é mesmo muito fácil parecer que o Trail Running é fácil... É o que está por detrás de todas as provas que vamos fazendo é que torna tudo muito difícil! São as horas de treino, de dedicação e de devoção a uma causa que depois nos fazem chegar à glória de atingirmos os nossos objetivos! E é aí que qualquer atleta de Trail Running se sente concretizado, é aí que sentimos que todo o esforço vale a pena e que no dia seguinte já estamos a pensar no próximo desafio! É pela simples mas magnífica sensação de dever cumprido que nos sujeitamos a tantos sacrifícios, para quando chegarmos à linha de partida podermos dizer com pompa e orgulho "eu estou preparado" e conseguir cumprir com todo o planeamento e chegar ao fim completamente orgulhoso da nossa prestação!

Espero que este post ajude todos os meus amigos a compreenderem o porquê de passar tantas horas a correr! Aos amigos que correm comigo, partilhem para os vossos amigos vos perceberem um bocadinho melhor e façam comentários com mais coisas que podiam ser acrescentadas neste post! Bom natal a todos!

Comentários

  1. MUITO OBRIGADO POR ESTE MOMENTO DE LEITURA...IDENTIFICO-ME COM TUDO O QUE É ESCRITO. ABRAÇO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado eu, Carlos, pela leitura e partilha :)
      Foi só descrever aquilo que se vai sentindo ao longo de uma época :)
      Abraço e bom natal :)

      Eliminar
    2. Exactamente... Identifico-me também eu com todas as palavras. Muito bom texto

      Eliminar
    3. Muito obrigado, Benek :)
      Bom natal ;)

      Eliminar
  2. "Espero que este post ajude todos os meus amigos a compreenderem o porquê de passar tantas horas a correr! "...acho que SÓ quem Corre compreende :) E quando não passamos da cauda do pelotão, prova após prova, sem ganhar "nada", então torna-se mesmo imcompreensível a nossa mensagem para quem não corre.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares