1ª Prova 2017: 1ª Vitória na estrada

1ª S. Silvestre do Alqueidão da Serra

Distância: 9.98kms
Tempo: 00:36:48
Classificação Geral: 1º Classificado
Classificação Escalão: 1º Classificado SenM

O início de época tem sido muito desgastante... Muitos quilómetros, muito desnível, muitas horas a correr. Ainda assim, a primeira prova do campeonato está já aí ao virar da esquina e é importante dar algum ritmo ao corpo para este não se esquecer do que é a "velocidade" e não há melhor altura do ano para isso do que Dezembro, mês das tão famosas S. Silvestre. Foi assim que surgiu no calendário a 1ª S. Silvestre do Alqueidão da Serra, uma prova perto de casa, numa zona de serra, com provável sobe e desce e que aparecia no final de duas semanas com muitos quilómetros (as duas no top 10 de kms de 2016), podendo ver como o corpo estava a reagir às cargas de treino.

Ao longo da semana da prova fui-me sentindo bem. Apesar do natural cansaço consegui fazer as séries quase todas como planeado e fiz o meu melhor tempo numa das rampas da nossa serra... Estava tudo bem encaminhado e só tinha "medo" de estar a andar de mais e depois não ter forças no sábado, mas mesmo que isso acontecesse, não seria um problema, afinal de contas só iria participar para dar ritmo ao corpo. Foi assim que cheguei ao dia de sábado: cansado, mas com força e pronto para os primeiros 10 quilómetros da época.

Quando chegamos ao Alqueidão da Serra foi só levantar dorsais, equipar e ir fazer um ligeiro aquecimento... Os ritmos iniciais iam ser altos e o frio fazia-se sentir naquela localidade. 10' a dar uma volta na parte inicial do percurso e estava na hora da foto de equipa e de ir para a linha de partida. Tinha duas coisas em mente: a primeira era que não valia a pena esticar muito o ritmo, sabia que andava numa altura de muita carga e se não houvesse necessidade, não o iria fazer e a segunda era que como a prova ia começar a subir, ia ver quem estava disposto a sair "forte" comigo. Na altura estes dois pensamentos pareciam-me compatíveis mas quando se deu o tiro de partida a história mudou.

Equipa pronta para a partida
Após o sinal sonoro o pelotão de quase 100 atletas saía para a prova. Como disse antes, o início da prova era imediatamente a subir, mas era a partir dos 100mts de prova que a subida se inclinava mais, tendo cerca de 200mts com 10% de inclinação. 

Partida da I S. Silvestre do Alqueidão da Serra
Um dos atletas saiu muito rápido, destacando-se logo do pelotão e eu fiquei na zona do "grupo da frente" para ver qual seria o ritmo inicial... A verdade é que embora o ritmo fosse alto estava a sentir o corpo com força e quis aplicar aquele pensamento que tinha para a primeira subida. Tentei dar um esticão no ritmo para ver quem vinha atrás de mim... Deixo de ouvir barulho e quando olho para trás vejo que embora dois atletas viessem na "perseguição" não tinham conseguido colar. O primeiro pensamento, de não esticar o ritmo estava automaticamente fora. Estava em 2º lugar, o atleta que tinha saído muito forte estava praticamente apanhado e agora não havia volta a dar, tinha que tentar segurar esta vantagem, sem cometer nenhum excesso. Quando passei a placa do primeiro quilómetro já estava na primeira posição isolado, o rapaz que ia em primeiro tinha ficado para trás e só tinha na minha perseguição um atleta do triatlo de Fátima, João Reis e um atleta que tinha aparecido nas últimas provas aqui da zona com boas classificações, Carlos Bárbara. Entre o 1º e o 3º quilómetro o percurso era completamente a descer, fui olhando para trás para ver a distância e estava a conseguir manter, até porque o ritmo não ia propriamente lento, o relógio marcava 3:20min/km e as sensações eram bastante boas. 

Praticamente no início do 3º quilómetro iniciava-se uma subida com 2 quilómetros que não sendo muito inclinada era bastante longa... O ritmo como é natural foi baixando mas desta vez estava a começar a ganhar distância. Existia o perigo das rampas que fiz na quinta deixarem as pernas muito pesadas, mas estava a conseguir manter um ritmo controlado e certinho e a cada curva em que olhava para trás, o duo que estava em perseguição estava cada vez mais longe. Ao quinto quilómetro entrávamos numa aldeia vizinha ao Alqueidão e encontrava-se o único abastecimento da prova... Aproveitei para molhar as pernas e beber um gole de água e seguir para nova descida, desta vez em direção ao Alqueidão, à zona mais baixa da localidade. Durante este troço de descida tive a preocupação de não perder o avanço que tinha ganho durante a subida e inconscientemente aumentei bastante o ritmo de corrida (andei 500 dos 900 metros da descida entre 3' e 3'20''/km). Quando cheguei à rotunda que marcava a entrada na localidade olhei para trás e não via ninguém... Estava na altura de controlar o ritmo e gerir a prova até ao final, até porque quando cheguei de carro, antes da prova, fui acompanhando estes últimos 3 quilómetros e percebi que era muito a subir e isso, em princípio, beneficiar-me-ia. Fui mantendo ritmos entre o 4'/km (a subir) e os 3'30'/km (em plano) até à última descida, que coincidia com a subida inicial da prova, onde voltei a acelerar até aos 3'10'' e cortar a meta. Estava terminada a primeira prova da (pré) época de 2017 e num percurso muito à minha medida consegui uma vitória que embora numa prova de estrada, mostra que o trabalho está a dar frutos. Ainda vou ter mais duas provas durante estava fase inicial da época para entrar em Janeiro com "a força toda".

Chegada à meta após 36'48'' da partida
Em relação à organização, gostava de deixar os meus mais sinceros parabéns pois apesar da pouca experiência neste tipo de eventos, tal como foi por eles admitido, criaram uma prova com um grau de dificuldade alto (para o normal das s. silvestre), muito bem marcada, com muita gente a auxiliar nos pontos críticos e no final, a cerimónia de entrega de prémios e o local onde se podia levantar a bifana oferecida pela organização era num salão onde decorria uma feira de natal que apesar de pequena, estava bastante animada. Gostei bastante, recomendo e se puder, regressarei em futuras edições.

Pódio da Geral no salão do CCR Alqueidão da Serra

Comentários

  1. Parabéns pela vitória! Pareceu uma prova com um percurso sem facilidades!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado... Um percurso onde pouco tempo se anda a direito indica bem a dureza do percurso, principalmente numa prova de 10kms ;)

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares