O Palco dos Sonhos

Façam um exercício comigo... Imaginem que são meros "atletas de pelotão", que querem muito ser melhores, mas estão longe da elite Mundial. Imaginem-se a sair do hotel e ver a comitiva Ucraniana, onde estava incluída a Campeã da Europa de salto em altura, a comitiva Espanhola e a Alemã a caminho de Vila Real de Santo António. A maior parte dos atletas aproveita a reta de 2kms onde vocês vão correr, para fazer a fase inicial do treino e alguns aproveitam mesmo essa reta para fazer a sua sessão inteira. Imaginem que ali estão os melhores atletas e que, na primeira sessão que fazem de corrida contínua, vêm duas raparigas a rolar à vossa frente e, apesar de irem a bom ritmo, não se conseguem aproximar dessas duas atletas. Imaginem agora que durante o estágio que estão a fazer, entram na pista onde esses atletas estão a treinar e só de lá entrarem, apetece ficar num cantinho a observar tudo o que os verdadeiros atletas estão a fazer. Entretanto, vão aquecer e, a cada volta, vão observando os vários grupos, e vão percebendo que alguns desses atletas têm uma postura muito mais fechada, outros vão aquecendo de forma relaxada e ao som da música e percebes que aquela é a vida deles, e que vida de sonho que é. Depois chega o vosso momento, está na altura de calçar os bicos e deixar tudo o que têm naqueles 400mts de tartan. Não é difícil de prever que esses treinos serão provavelmente os melhores que alguma vez fizeram. Agora imaginem-se a recordar estes momentos com um sorriso nos lábios e a contarem a todos os vossos amigos que viveram isto... Fim de exercício. Qualquer semelhança com a semana que tive em Monte Gordo e com o momento em que estou a escrever este post não é pura coincidência.

Pós Séries na pista de Vila Real Santo António

Vamos então ao post: 

Dizem as regras que nunca devemos ser a pessoa mais inteligente da sala, que, se queremos progredir, devemos procurar ombrear-nos com os melhores e que o único sítio onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário. Agora juntem estas 3 regras e transportem-nas para um único local onde conseguem ter tudo isto e eis o vosso palco dos sonhos.

Já tinha falado dos fins de semana dedicados ao trail, daquelas viagens que ocupavam 3 dias e se respirava trail, mas nunca antes tinha feito uma semana inteira dedicada ao treino. Mais, nunca antes tinha tido uma semana com as melhores condições para praticar atletismo, para a recuperação efetiva entre treinos e para o descanso necessário para estar completamente focado nas sessões de treino que iria ter. Felizmente essa oportunidade apareceu e estive durante 7 dias em Monte Gordo, um local único, tal como vos conto a seguir. 

Em primeiro lugar, permitam-me explicar que o plano de treinos foi orientado para uma experiência que nem eu, nem o meu pai tínhamos e que queríamos aproveitar ao máximo. O meu pai fez o plano, eu recebia-o diariamente e, também diariamente, seguiam duas chamadas nas quais me ia queixando das dores (a cada dia que passava, a chamada durava mais uns minutos, para eu ter tempo de me queixar de todas as dores). O plano era exigente e, de todas as sessões de treino específicas, não cumpri 3. Ou melhor, não acabei 3, porque as energias ficaram todas em 2 dos que não acabei. Tentei sempre levar o corpo ao limite e encontrei-o várias vezes, e isso deu um prazer enorme. O tempo disponível permitiu fazer mais quilómetros do que o normal e o corpo reagiu muito bem. Há um fator que motivou muito a que isto acontecesse, mas já falo sobre ele a seguir. 

Em segundo lugar, a localização do estágio... Monte Gordo é um local muito virado para o turismo, tal como todo o Algarve, a 2km de ótimas instalações desportivas (em Vila Real de Santo António) e com ciclovias com grandes extensões que permitem fazer todos os tipos de treinos. Para juntar a isto, a água do mar sempre "quentinha" para fazer a recuperação pode fazer verdadeiros milagres entre sessões de treino. Para quem gosta de turismo, a praia tem uma enorme extensão, mas essa foi uma vertente que não explorámos muito, como se pode compreender.

Crioterapia gratuita 

 

Em terceiro e penúltimo lugar, o descanso. Este é o ponto em que não há muito a descrever. Para quem tiver a capacidade económica de poder estar num local onde a única coisa em que se têm que preocupar é o descanso, é perfeito. Ter sempre comida, quarto arrumado e poder deixar a cabeça única e exclusivamente no descanso, é perfeito. 

Por último, mas talvez o que mais me motivou ao longo do estágio... A elite do atletismo tem ali um refúgio onde pode ter acesso a ótimas condições para a prática do atletismo e podem focar-se totalmente para as próximas etapas do calendário Mundial. Como sabem sou uma pessoa que gosta de observar e absorver o que me rodeia e sentir-me ali, no meio de tantas pessoas que fazem do atletismo vida, foi uma das melhores partes desta semana. Tal como disse no início do post, aquelas pessoas estão a concretizar sonhos, e não há nada melhor do que estar perto deles para ganhar ainda mais motivação para ir atrás dos meus.   

Aquecimento para séries


Comentários

Mensagens populares